Revisão da tabela de rubricas otimiza gestão de folha de pagamento e eSocial

Em meio às constantes atualizações e mudanças nas versões do eSocial, é muito importante ficar atento para evitar problemas no fechamento da folha de pagamento. Neste processo, a revisão da tabela de rubricas é indispensável.

 

Atualmente, o nível de importância dessa prática elevou-se exponencialmente. Afinal, as informações das tabelas de rubricas são fundamentais para a validação dos eventos no fechamento correto da folha de pagamento.

 

A tabela de rubricas permite cruzar informações essenciais da folha de pagamento com o eSocial, simplificando e aprimorando o processo de gestão.

 

Os códigos e descrições das verbas compõem os vencimentos, descontos e as verbas informativas dos funcionários.

 

Manter a tabela de rubricas atualizada e alinhada com as informações do eSocial é de extrema importância para garantir o cumprimento das obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias.

 

É importante ressaltar que é possível evitar as multas e penalidades decorrentes de informações incorretas ou desatualizadas no eSocial. Para isso, basta seguir as regras estabelecidas pelo Governo Federal e demais órgãos fiscalizadores.

 

Neste sentido, a revisão da tabela de rubricas visa proporcionar a tranquilidade e segurança necessária para as empresas enfrentarem os desafios das constantes mudanças do eSocial de forma eficiente.

 

eSocial centraliza informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais

 

O eSocial é um sistema informatizado de prestação de informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais, criado para simplificar o cumprimento das obrigações das empresas e dos trabalhadores.

O Governo Federal criou o sistema em 2014, iniciando a implementação em 2018. A obrigatoriedade de utilização do eSocial é gradativa, e varia de acordo com o tamanho e o tipo da empresa.

O sistema reúne em um só lugar informações que antes deveriam ser inseridas em diferentes sistemas, como o CAGED, o RAIS, o GFIP, o SEFIP e o e-Social Doméstico.

Dessa forma, facilita o cumprimento das obrigações das empresas, além de reduzir a burocracia e melhorar a fiscalização.

As principais informações que devem ser prestadas ao eSocial são:

 

  • Dados cadastrais dos trabalhadores;
  • Admissões, demissões e alterações contratuais;
  • Remunerações e benefícios;
  • Férias;
  • Acidente de trabalho;
  • Saúde e segurança do trabalho;
  • Contribuição previdenciária;
  • Contribuição para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
  • Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (DIRF).

Os principais benefícios do eSocial são:

  • Simplifica o cumprimento de obrigações: O eSocial centraliza informações que antes eram prestadas em diferentes sistemas. Dessa forma, facilita o cumprimento das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas das empresas.
  • Redução da burocracia: A centralização das informações em um único sistema também contribui para a redução da burocracia.
  • Melhoria da fiscalização: Além disso, a centralização facilita a fiscalização das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais. Assim, ajuda a reduzir a sonegação.

Portanto, o eSocial é um sistema importante que vem transformando a forma como empresas e trabalhadores cumprem suas obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais.

Em razão disso, a MSH Advogados coloca-se à disposição para prestar maiores esclarecimentos, bem como para orientar as empresas com a expertise e cuidados necessários diante das frequentes mudanças no eSocial.

 

Por Amanda da Silva, Contabilista do Núcleo Fiscal da Machado Schütz & Heck Advogados Associados

Edição, SEO e textos adicionais: Alexandre Bertolazi

Leia também:

 

Mudanças no eSocial a partir de 1º de julho de 2023

Dúvidas sobre revisão de tabela de rubricas e eSocial?

 







    Picture of Editoria MSH

    Editoria MSH

    Compartilhe este post
    LinkedIn
    Facebook
    WhatsApp

    Assine nossa newsletter

    Rolar para cima